O sol nasce e se põe todos os dias, temos a chance de fazer isso com as nossas próprias vidas ! Obrigada Jesus por essa rica oportunidade!

24 de jan de 2014

Estou de volta!

Nossaaaaaa como estou sumida ! Hoje me deu uma super vontade de escrever , quando cheguei aqui no blog, notei que o último post, a Luiza estava com 3 meses. Hoje elá está com o pezinho no13º mês.

Bom, acredito que o que importa é que o desejo de escrever, está voltando e bem provável que junto com ele, euzinha aqui, retome as minhas atividades, como por exemplo, voltar a atuar como Dra Risoquita(tem textos sobre as minhas atuações aqui no blog) , ou então quem sabe, retomar a minha yôga que me fazia tão bem!

Só quem é mamãe de bebê pequeno sabe o quanto esse primeiro ano de vida dos pimpolhos nos ocupa, física e mentalmente . São tantos sentimentos juntos e misturados, tantos conflitos e tanto amor que as vezes da a sensação de que vou explodir!

Junto com o ser mãe imediatamente vem as culpas, as dúvidas, os medos e as alegrias.Vem as questões, as regras que de certa forma nos são impostas, o pavio que deveria ser looooongo mas que muitas vezes está curtinho cutinho...dá um remorso depois, como se ser mãe te trouxesse junto todo o equilíbrio e de uma hora para a outra você passa a se tornar um "zen budista" . Isso não existe, pelo menos comigo não existiu, não me tornei uma pessoa mega equilibrada , que só sabe falar baixinho, que o choro compulsivo da minha filha não me tira do sério, eu não me tornei uma mãe diferente do que eu era antes. Nunca fui uma pessoa calminha e super equilibrada! O que sim me tornei, foi melhor, hoje por ela eu busco me modificar, eu tenho tentado ao máximo não perder o controle, e quando isso acontece, choro, fico arrasada, peço mil desculpas a ela, e aos meus amigos do alto, fico com culpa por uns 2 dias e passa. Tento tirar disso uma lição para outras situações que me tirarão do sério .

Quem disse que ser mãe é ter paz , é ter calmaria e ser a pessoa mais serena do mundo?! Quem disse que nós mães não podemos sim perder um pouco o controle, sem exageros claro, sem se quer ralar um dedinho naquele serzinho que é tão indefeso e tão dependente de nós . O que tento dizer aqui, é que mais uma vez, a dita sociedade nos impõe regras, e quando você se vê tomando atitudes contrárias a essas regras, se sente um E.T.

A cada dia que passo ao lado da Luiza, sou grata ao Pai da vida por ter me dado ela de presente, a cada dia aprendo mais e a cada segundo me observo e vejo o que posso modificar em mim por ela! Eu aqui na minha sabedoria mínima, acredito que as mudanças em ser mãe não se fazem assim, de um dia pro outro e sim ao caminhar!

Fico por aqui e espero voltar em breve!
Tenham um ótimo final de semana !


2 de abr de 2013

3 meses depois...


Dia 27 de março nossa filha completou 3 meses , apesar do blog ser meu, escrevo "nossa" filha pois o meu marido é um super pai presente, e escrever "minha" filha, me dá a sensação de estar pegando ela só pra mim...

Escrever sobre esse primeiro trimestre, enche o meu coração de alegria e de emoções jamais sentidas antes. A Luiza chegou em nossas vidas para nos transmitir uma paz, que provavelmente nunca sentimos antes, e aqui coloco sim no plural, pois meu marido e eu conversamos muito sobre isso, dias atrás.

Ela é de uma calma e tranquilidade que chega a impressionar todos que a conhecem, raramente dá uma encrencada , parece que nasceu "pronta". A sua presença ilumina o meu lar, aprendemos a falar mais baixo, a deixar as picuinhas e briguinhas bestas de lado, e nos pegamos, olha eu falando no plural de novo, em vários momentos encantados com ela.

Não saberia dizer quantas vezes me pego olhando pra ela e imediatanente, agradecendo ao Alto, por ter me dado essa linda de presente, nesse momento choro com uma emoção jamais sentida antes. É um choro único, que provavelmente só quem já passou por isso possa entender, um choro de um amor tão intenso que chega dar a certeza que o peito vai explodir, ouvi uma vez alguém dizer: " É o nosso coração pulsando fora da gente" , e é bem isso que sinto.

A Luiza, é extremamente simpática, seu sorriso ilumina o dia de qualquer um que o recebe, e aqui digo qualquer um, porque ela não economiza, não é do tipo que só sorri para o papai e mamãe , ela simplesmente sorri.
Sorri para desconhecidos, sorri para a família, sorri dormindo, posso dizer com toda certeza, esse seu lindo sorriso desmonta qualquer um ! Quantas vezes ouvi alguém dizer: " Ai que linda, ela sorriu pra mim, que delicia".

É nesse sorriso que quero seguir a minha caminhada, será sempre ele que me fará levantar dos tombos, será ele que me fará acreditar num mundo melhor, num mundo de harmonia , de amor e de paz.

Dizem que temos uma missão a cumprir do memento que nascemos e que nos acompanhará por toda a nossa existencia , acredito piamente nisso. Talvez, a missão da minha filha seja de fato trazer a paz, e isso ela já começou a fazer, como disse antes, no meu lar e agora digo por mim, ela me transmite uma paz infinita, um desejo de ser melhor, de poder oferecer a ela, todo o meu amor, todo o meu afeto, sem cobranças, apenas oferecer.


Sem que eu exija isso dela, ela  me retribui, todos os dias, com o seu sorriso, com o seu olhar sereno e terno. Quando ficamos bem pertinho uma da outra, conversamos sem que ela emita um sonzinho sequer, apenas pelo seu olhar e em outros momentos, batemos um super papo, nessa linguagem única e muito divertida que os bebes tem.
 O amor que ela tem por mim, me fortalece, me transforma e me faz ser grata eternamente a Deus e a ela , por ter aceito que eu seja a sua mãe! 

Quero caminhar assim, como a foto que inicia esse texto, de mãos dadas com a minha família, e que ela tenha a certeza de que sempre terá as nossas mãos para segurar.





 


11 de jan de 2013

Virei mãe ...


Dia 27 de Dezembro de 2012 as 13:10 Nasceu a minha filha Luiza e junto com ela veio uma nova família, uma nova mulher, um novo homem, novo marido e novo companheiro....

Acredito ser impossível descrever o  que senti, quando a Dra. Lu trouxe a minha filha para os meus braços! Meu coração parecia que ia explodir de alegria, de emoção, de alivio por ela ser perfeitinha...e quando ela encostou a Luiza no meu rosto, nossa aquele cheirinho, aquela pele lisinha que parecia uma seda, os cabelinhos fininhos... só de lembrar meus olhos já enchem de lágrimas e a sensação volta com tudo!

Como descrever os olhos brilhantes do meu marido, a alegria e emoção que sentiu ao ter nossa filha pertinho dele também, foi um momento muito especial e inesquecível! Acreditem ou não mas ele conseguiu registrar cada momento especial da nossa pequena, as fotos ficaram perfeitas!!!!

Passado todo o momento do parto, chegou a hora de recebermos a Luiza em nosso quarto, em nossas vidas para todo o sempre ! A família toda estava presente, mãe, irmãs, sobrinhas, sogro, sogra...As meninas, minhas sobrinhas( Bella, Lela e Manu) ficaram encantadas com a fofinha, queriam ficar grudadas nela o tempo todo afinal, agora ela é a pequetita da família, já que a Manu que é a mais novinha, está com 6 anos !

Amigas muito especiais estavam ali no primeiro dia, afinal o dia era bem próximo do Ano novo e elas iriam viajar e não queriam perder esse primeiro momento, obrigada meninas, sempre tão perto !

Bem, parece que até aqui foi tudo incrivelmente perfeito certo? Simmmmm porém tem algo que precisa ser dito...a mamada, ahhhh a primeira mamada...que drama que foi pra mim. A Luiza não pegava o peito de modo algum...até que algumas(bem poucas) enfermeiras tiveram um pouco de paciência em ajudar, porém de forma bem falha, uma das coisas que para mim a maternidade , que fique claro lá é só maternidade , deveria ter atendimento de excelência, deixou muito a desejar!

Para resumir, sai da maternidade com a Luiza tomando complemento e em "copinho" , o que foi algo bem dolorido pra mim, sofri, me culpei, me condenei , me achei a mulher menos capaz do mundo por não conseguir dar o peito pra minha filha. Minha vida nessa primeira semana virou um tormento só, eu só consegui chorar, fiquei MUITO mal. Graças a Deus tive ao meu lado o meu lindo marido, Roberto e munha querida mãe, Daisy que seguraram minha onda, estiveram comigo até quando eu perdi o controle ! Jamais esquecerei cada segundo, cada dedicação dos 2 ! Teve uma outra pessoa que foi fundamental nesse processo , a nossa prima Adriana que me deu uma acessoria incrível sobre mamadas e a dica de um remédio, que só vende com receita que salvou a minha pré depressão pós parto. graças a Deus e a esse remedinho, não cheguei a ficar de fato em depressão.

Tentei de tudo pra conseguir dar apenas o peito a minha filha, contratei uma Doula, a Luiza pegou o peito com ela, mas assim que a mulher virou e foi embora, eu não consegui ajudar minha filha na pega, Plasil, Equilid, chá da mamãe da Weleda, bomba para tirar leite e ajudar a fazer o bico, enfim, como disse a pediatra, eu só não fui na reza brava !  Nem com tudo isso, consegui ter produção de leite, apenas um pouco de colostro, pois não havia o estimulo das sugadas dela. Depois de tudo isso, a culpa foi  diminuindo e a razão entrando no lugar afinal, o mais importante era amentar a minha filha, mante-la alimentada e desenvolvendo, fosse via meu leite ou complemento, pouco importava, o que eu queria era vê-la saudável, e graças a Deus tudo isso com o apoio do marido ! Trocamos o copinho, que era um tormento, pq não conseguíamos mante-la calma para toma-lo, então tínhamos que segura-la pela nuca, o que cortava qualquer momento de afeto e carinho da mamada por uma guerra, pela mamadeira. Após mais essa decisão, a paz reinou em meu lar...Vi aquela pequena, calma e tranquila, eu podendo curti-la , mamando com  vontade e de forma prazerosa.

Sei que muita gente foi contra, mas pra mim, honestamente, pouco me importa o que pensem, como já disse acima, o mais importante é mante-la alimentada !

Tirando o relato da quase deprê , o que posso dizer é que me tornar mãe , passar de um casal para uma família é algo incrível, único e muito prazeroso! Já posso dizer que os desafios e o aprendizados são diários e que tenho certeza que temos muito a evoluir com a nossa pequena, sem a pretenção de achar que por sermos pais , apenas nós vamos ensina-la.Sinto que a Luiza irá nos ensinar muitas coisas e eu estou aqui de coração aberto para absorver cada um desses ensinamentos !

um forte abraço
Tati 




9 de set de 2012

Em estado de Graça !


Nossa, muitos e muitos meses que não escrevo aqui ! Hoje contemplando a minha barriga, sim a minha barriga, to gravidaaaaa (23 semanas)...pensei, puxa tá na hora de voltar a escrever, quer maior inspiração do que essa !

Apenas quem está querendo engravidar talvez entenda a dimensão do que é , estar grávida depois de 1 ano e meio tentando! Nesse ano e meio, tive por várias vezes a sensação de que eu fosse pirar,era como se a cada mês eu sofresse um aborto.Uma dor invadia o meu peito e eu pensava assim: "Puxa vida , tanta mulher que engravida e joga fora, literalmente joga fora os seus filhos, pq eu não meu DEUS ! Pq eu não tenho o direito e o prazer de ser mãe, já que desejo tanto"  Mês a mês esse pensamento me perseguia...

Quando entrei em 2012, tomei a decisão, dentre outras de virada de ano, que não iria mais deixar que o desejo de ser mãe me pirasse...Vitória? Simmmm, por 1 mês! Lá estava eu, em fevereiro, sofrendo de novo...

Um belo dia , em março, nada novamente, mandei uma mensagem para minha irmã dizendo que eu estava péssima, e que não tinha forças pra levantar da cama,ela me deu um sacode, e me fez reagir e seguir atrás de um momento de fé, que não vou entrar em detalhes aqui, pois é muito particular, e talvez, muitas ou algumas pessoas não entendam.

O que ocorreu, é que depois desse sacode, depois da fé ter tomado conta do meu ser, meu marido e eu fomos fazer uma viagem, e lá. eu estava total relax, e com a certeza de que o tempo de Deus iria surgir!

Foi exatamente isso que aconteceu :
Ganhamos o nosso presente de DEUS!!! Ela, sim ela, a nossa Luiza, está aqui, firme e forte crescendo em meu ventre ! Realmente estou vivendo em estado de Graça. O meu marido é um pai de barriga babão, seus olhos se iluminam a cada ultrason, e eu, o amo ainda mais do que antes.Quem já passou por isso sabe o que estou falando, o marido se torna um ser DIVINO, aquele que nos dá a possibilidade de construir uma família.A sensação de não sermos mais 2 e sim 3 é mágica e encantadora!

Obrigada Senhor por esse momento, e a única coisa que te peço PAI, é que ela continue se desenvolvendo com saúde , para que em breve, possamos pega-lá no colo e niná-la até os restos de nossas vidas !

8 de fev de 2012

A Força está em nós!! (Atuação 07/02/2012)


Primeira atuação de 2012, me fez ter a certeza do quanto a menor mascara do mundo, o nosso tão amado nariz vermelho, cura tudo !

Confesso que hj, foi por Deus que consegui, entrar no carro e ir ate o Hospital em que atuo, estava com uma dor de cabeça daquelas, cheguei a postar sobre isso no facebook , e uma amiga minha disse assim: "Querida, vai com fé...se bobear vai até melhorar a dor! "

e não é que ela tinha razão...

Foi colocar o nariz e tudo se transformou, a dor virou Luz e lá fomos nós, Dra. Canelopsita e eu para mais uma atuação!

Tivemos como sempre alguns momentos especiais, mas 2 meninas mexeram de uma forma muito agradável com o meu coração, ambas com deficiência, além da doença em si.

Uma delas, com uma leve deficiência mental, 20 anos, parecia mais uma menininha de 10, com duas trancinhas no cabelo, nossa linda "Papa".Ficamos com ela coisa de 10 minutos, acredito eu..a sua parte do quarto estava toda decorada, com desenhos da personagem Moranguinho, todos pintados por ela, e em cima da mesinha tinha um desenho de flor lindo que ela fez...Não tive dúvida : "Papa, faz um desenho nosso?" e ela topou..disse a ela que pegaria no final da atuação... Esse desenho ai em cima, lindo, foi ela quem fez...
Contou que mora com um primo de 50 e poucos anos, pois sua mãe ficou em Pernambuco com o padrasto, que a maltratava toda vez que a Papa voltava do tratamento e com isso o primo resolveu cuidar dela. Graças a Deus que sempre tem algum anjo no mundo, que cuida e zela por aqueles que precisam!!!
Segredinho aqui: saí de lá com uma vontade de levar essa fofura pra minha casa...mas como isso é impossível, ficarei aqui, todos os dias olhando para esse lindo desenho, desejando que essa doce menina se recupere, e que encontre um outro anjo com um Rim compatível a livrando assim dessa doença! Fica com Deus "Papa"

A outra que mexeu com meu coração foi a "P", deficiente auditiva, nasceu assim por conta de uma Rubéola que sua mãe teve na gestação! Ela mesmo disse assim: "Minha mãe teve a Rubéola e é uma mulher forte, me colocou em uma Fonoaudióloga que me ensinou a falar" , pois é nos comunicamos super bem, ela falava com um pouco de dificuldade mas conseguia ler lábios e além de tudo, ainda me ensinou algumas palavras em Libra(Língua Brasileira de Sinais).
Sabe essa força, que ela disse que a mãe tem? Acredito que seja hereditário pq a "P" também tem. A Vida te deu essa limitação, na verdade, além disso, ainda veio a doença, e ela? Como dizem por aí: "Fez a sua limonada”. Tem namorado, também surdo, com ele se comunica apenas em sinais, além disso,pretende fazer faculdade, disse que quer dar aulas de Libras!
E eu aqui, mais uma vez fico na torcida para que seus sonhos se tornem realidade!!!

O que desejo para cada um de nós, é que nunca deixemos nossos sonhos de lado, por mais difícil que possa parecer, sempre teremos a escolha de ser FELIZ!

Segue minha despedida em libras:

8 de jan de 2012

Tudo branco de novo !


(Foto: google imagens)

Feliz 2012, que seja um ano de muitas realizações, de paz e de harmonia universal!

Aqui estamos nós iniciando um novo ano, com novas esperanças, novos desejos, novas promessas, novos , novos e novos ....

Tentei saber qual é o real significado da roupa branca na virada do ano, o que encontrei foi: purificação.
Adorei !!! Para mim, a roupa branca tem um sentido de limpeza, renovação, de fato uma "tela em branco". Imagino-me reiniciando, e podendo pintar essa roupa no decorrer do ano, com várias cores,várias estampas e quem sabe ate remodelando, transformando o que era vestido em calça, o que era blusa em shorts e por ai vai. É Nessa toada que começo cada novo ano...

Confesso aqui, que coloco muitas expectativa e isso, muitas vezes não é assim tão bom mas, a cada novo ano, vem também as novas conquistas internas, daquelas que só mostramos para poucos, evoluções e aprendizados. A minha meta deste ano é não colocar assim tantas expectativa, deixar que seja mais fluido, mais natural ! Desejo não tentar ter tanto assim o controle das coisas mesmo pq, o destino a Deus pertence, não é assim que diz o dito popular...

Desejo que seja ao menos, proveitoso, e que eu possa fazer o melhor uso possível desses 365 dias, que eu possa conduzi-lo de forma justa, equilibrada e coerente. Que eu consiga ser mais maleável e mais serena...
...e que o riso permaneça, neste em todos os novos anos!
Venha 2012, estou pronta , seja muito bem vindo!
Um forte abraço e que cada roupa branca seja transformada naquilo que vc desejar!
Tati

21 de dez de 2011

Chapéu dos desejos ( Atuação 20/12/2011)



Final de ano chegando, época de reflexão sobre tudo aquilo que fizemos e deixamos de fazer em 2011, época onde os corações ficam mais caridosos, mais cheio de compaixão e de amor ao próximo...

Por graça Divina, esse sentimento ronda o meu coração durante o ano como um todo, e esse trabalho como Dra Cidadã me ajuda a intensificar ainda mais esse propósito! Tomada então por essa energia, lá fui eu para mais um novo atendimento...

Chegamos no hospital com a certeza de que hoje, teríamos algo diferente, compramos uns chapéus de Papai Noel, não apenas para usarmos mas também, para distribuir aos nosso queridos companheiros de jornada, os enfermeiros e pacientes de nossa Clinica.

Simplesmente entrar no quarto dizendo: "hohoho Feliz natal",não é bem a minha cara e nem da minha querida dupla, Dra Canelopisita...

A cada chapéu entregue, dizíamos assim: “Hoje, com o chapéu nas mãos e virado de ponta cabeça, nós vamos dar um presente para vc, vamos colocar aqui, juntos os seus desejos a partir de hoje e estes, irão se esticar por todo o ano de 2012" aí, a Dra Canelopsita, com a sua incrível sensibilidade levantava uma das mão para o alto dizendo que estava captando as energias do universo, e juntas, íamos colocando os desejos de cada um e misturávamos com os nossos desejos a eles...

*Saúde, muuuuita saúde
*paz
*compreensão
*sabedoria
*amor
*felicidade
*tolerância
*diversão
* tivemos desejos de gêmeos, um pai que é casado a mais de 20 anos e não teve ainda seus filhos
*desejo de muita saúde a todos os funcionários do H.C
*renovação da fé
*força
*tranqüilidade
****************** muitos outros...
A cada desejo, o meu corpo inteiro se arrepiava, tive a plena certeza de que estávamos de fato, sendo ajudadas por algo maior, por nossos mentores espirituais e por todos os colaboradores de Luz do plano astral, e obviamente por nosso querido e em breve aniversariante, Jesus Cristo!

Quando todos os desejos se encerraram, viramos o chapéu para colocar na cabeça de cada um dizendo: “ Neste momento, todos os seus desejos estão caindo sobre você, como uma chuva dourada que inundara todo o seu ser..e se em algum momento, vc se sentir fragilizado, sem forças, lembre-se sempre do Chapéu dos desejos! “

Saímos de cada quarto, de cada desejo do chapéu, de cada abraço dos enfermeiros, renovadas,com a nítida sensação de que cada desejo, pela ordem natural da vida, seria atendido, fosse como fosse, tivemos a certeza de que luzes de amor, rondaram aquela clínica e que tanto os corações de cada um que recebeu o chapéu, quanto os nossos, pularam de tanta alegria!

Obrigada queridos amigos de jornada, obrigada Dra Canelopsita e obrigada Canto Cidadão, por ter regado essa semente linda de amor ao próximo que me faz a cada dia ser uma pessoa melhor!

Um Feliz Natal e que em 2012 todos os desejos dos chapéus se estendam a cada um de nós!

Dra Risoquita